" SOMENTE AOS QUE CREEM QUE JESUS VEIO NA FORMA DE HOMEM, NASCIDO DO ESPÍRITO SANTO, SEM PECADO, NOS REDIMINDO DO PECADO, TERÃO SEUS PECADOS PERDOADOS. " - Quarta Feira

13/01/2016 09:38
O CRESCIMENTO DE JESUS
“Crescia o menino e se fortalecia, enchendo-se de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele”
Lc 2.40
Jesus nasceu em Belém da Judeia, foi levado por seus pais para o Egito e cresceu em Nazaré da Galileia. Sua concepção foi obra do Espírito Santo, seu nascimento foi um milagre, sua vida foi um exemplo, sua morte foi um sacrifício, sua ressurreição foi a mais esplêndida vitória. Em tudo Jesus foi semelhante a nós, exceto no pecado. Seu crescimento foi progressivo. Diz a Escritura que “ele cresceu e se fortaleceu, enchendo-se de sabedoria. A graça de Deus estava sobre ele” (Lc 2.40). 
Lucas ainda registra: “E crescia Jesus em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens” (Lc 2.52). Ele cresceu fisicamente (estatura), intelectualmente (sabedoria) e espiritualmente (graça). Seu crescimento foi notório na terra e também no céu (diante de Deus e dos homens). Como um filho exemplar, Jesus, aos doze anos de idade, era submisso a seus pais (Lc 2.51). Antes de morrer na cruz, revelou profundo amor por sua mãe e a confiou a seu discípulo amado (Jo 19.26,27). 
Eis o mistério do Natal: aquele menino que nasceu em Belém, foi envolto em faixa, colocado na manjedoura e cresceu em Nazaré é o Filho do Altíssimo. Nele habitou corporalmente toda a plenitude da divindade! Ele é a exata expressão de Deus. Ele é o Verbo que se fez carne e nele resplandece a glória de Deus!
Referência para leitura: Lucas 2.39,40