" O VERDADEIRO AMOR ÁGAPE DESCRITO NO CRISTIANISMO NUNCA SE ENCERRA EM MEIO AS CRISES, PELO CONTRÁRIO, ELE CRESCE E SE FORTALECE PARA TUDO SUPERAR E VENCER ETERNAMENTE. " - Sábado

17/10/2015 10:39
AMAR ATÉ O FIM?
“Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a Igreja e a si mesmo se entregou por ela”
Ef 5.25
 
A palavra de Deus conclama as mulheres a serem submissas a seu marido como a igreja o é a Cristo e convoca os maridos a amarem sua mulher como Cristo ama a igreja. A exigência aos maridos é mais solene. A pergunta é: como Cristo amou a igreja? Primeiro, o amor de Cristo é perseverante. Tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim. Amou aqueles que nada mereciam e amou-os até o fim. Amou aqueles que na hora mais extrema o abandonaram, e amou-os até o fim. Amou-os apesar de suas fraquezas, e amou-os até o fim.
Segundo, o amor de Cristo é sacrificial. Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela. Não foi apenas amor de palavras. Cristo amou a igreja e deu tudo por ela, deu-se a si mesmo. Cristo amou a igreja e morreu por ela. Terceiro, o amor de Cristo é santificador. Ele amou a igreja e a santificou. É dessa maneira que os maridos devem amar sua mulher, com amor perseverante, sacrificial e santificador.
Quem ama, persevera no amor. Quem ama, se entrega pela pessoa amada. Quem ama, abençoa a pessoa amada. Os maridos devem amar sua mulher não apenas até a primeira crise, mas amá-la para superar as crises. Devem amá-la a ponto de viver para ela e morrer por ela. Devem amá-la para tornar a vida dela mais bela, mais pura, mais feliz!
Referência para leitura: 1 Pedro 3.1-7