" NATAL SIGNIFICA NASCIMENTO, QUE GERA UMA NOVA VIDA, EM CRISTO TEMOS O PODER DE NOS TORNAR NOVAS CRIATURAS EM UM NOVO NASCIMENTO ESPIRITUAL,TORNANDO-NOS FILHOS DE DEUS, GERADOS PELA SUA VONTADE, E NÃO PELA DOS HOMENS. " - Quinta Feira

27/12/2018 11:16
JESUS É O VERBO QUE SE FEZ CARNE
 
 
“E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai”
João 1.14
 
 
 
O Natal verdadeiro, o bíblico e não o comercializado e capitalizado, fala do mistério da encarnação. 
 
 
Depois de afirmar a perfeita divindade do Verbo, agora, João declara sua perfeita humanidade. 
 
 
Jesus é tanto Deus como Homem. 
 
 
É perfeitamente Deus e perfeitamente Homem. 
 
 
O Verbo que criou o mundo fez-se carne e veio morar entre os homens. Possui duas naturezas distintas. 
 
 
Ele é Deus sem deixar de ser homem; ele é homem sem deixar de ser Deus. Ele é o Deus-Homem. 
 
 
Nele as duas naturezas, divino-humana estão presentes inconfundivelmente, imutavelmente, indivisivelmente e inseparavelmente. 
 
 
Vemos nele, portanto, a presença de Deus entre os homens. 
 
 
Jesus de Nazaré tornou-se a nova localização da presença de Deus na terra. 
 
 
Jesus substituiu o antigo tabernáculo. 
 
 
Aquele que nem o céu dos céus pode contê-lo, que mediu as águas na concha de sua mão, pesou o pó da terra em balança de precisão, mediu os céus a palmo e espalhou as estrelas no firmamento, agora nasce entre os homens e é colocado numa manjedoura. 
 
 
Nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade. Ele é a exata expressão do ser de Deus.
 
 
Logo, em Jesus temos a presença de Deus entre os homens (o Verbo se fez carne), a graça de Deus para os homens (cheio de graça e de verdade) e a glória de Deus sobre os homens (e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai).
 
 
Referência para leitura: João 1.5-14
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!