" JOVENS DILIGENTES CONHECENDO AS CARACTERÍSTICAS DE UM LÍDER QUE É VERDADEIRAMENTE DIRIGIDO PELO ESPÍRITO SANTO " - Parte 1

11/02/2012 08:16

 

Orientações Básicas Para o Lider - Parte 1
 
 
O Discipulado
 
1) Princípios Básicos
 
Mt 28: 18-20
"E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos."
 
“Ide e fazei discípulos de todas as nações” 
 
O mandamento  do Senhor para nós é ir fazer discípulos. Todos são chamados a participarem dessa tarefa, que não é um dom especial, e sim um mandamento, e todos os que crêem em Cristo não tem outra opção, senão obedecer.
 
A) O Que é o Discipulado?
 
É o relacionamento entre um mestre e um aluno baseado no modelo que é Cristo. Onde o mestre reproduz no aluno a plenitude da vida que há em Cristo, capacitando o aluno a treinar outros para que também ensinem novos discípulos
 
Este relacionamento liga a pessoa à cadeia de autoridade existente na Igreja. Assim o discípulo é acompanhado em seu processo de crescimento e ajudado a conformar sua vida com o propósito de Deus, como também a se encaixar na vida da Igreja.
 
Discipular é transmitir a vida de Jesus. É reproduzir essa vida em outras pessoas, ensinando-as a guardar tudo que Ele ordenou.
 
B) Porque Fazer Discípulos?
 
Por que Jesus fez assim e mandou que fizessemos assim. Ele concentrou seus esforços em 12 homens. Ministrou em suas vidas 3 anos dia e noite, nos dando o exemplo de como devemos fazer.
 
Esta é única a maneira de trazer todos os homens de volta ao governo (disciplina) de Deus.
 
C) A Questão da Autoridade
 
Sem submissão não há formação :  O discípulo deve ser manso e humilde, estando sujeito aos irmãos, aos líderes, sem rebeldia e obstinação.
Sem submissão não há autoridade : O princípio básico para ter autoridade é estar debaixo de autoridade e se sujeitar a ela. ( Ex: Jesus )
Ninguém tem autoridade em si mesmo. Nossa autoridade vem de Jesus.
Autoridade é diferente de autoritarismo: O discipulador precisa entender que ele é o servo do discípulo e não o dono. Deve ensinar todo o Conselho de Deus e não os seus gostos e preferências pessoais
 
Três Níveis de Palavra
 
A Palavra de Deus:
 
A essa o discípulo deve ter uma submissão absoluta. Quando damos a Palavra de Deus a um discípulo e ele não a recebe, está sendo rebelde. Nesse caso devemos seguir as orientações dadas por Jesus em Mt 18.15-20, ou seja a pessoa poderá até ser disciplinada. Todos no Corpo de Cristo, e não apenas o discipulador, têm autoridade para corrigir e repreender outro irmão dentro do ensino da Palavra. (Deve-se observar, antes, o ensino de Gl 6.1 e Mt 7.1-5).
 
Nossos Conselhos:
 
A submissão aqui é relativa. Exemplo: quando dizemos a um discípulo que ele não pode casar com uma moça incrédula, estamos dando a Palavra do Senhor. Isso é absoluto. Mas quando falamos que não é bom  que  ele  se  case  com a “irmã fulana”, estamos dando um conselho. Pode ser que o conselho que damos seja baseado no conhecimento que temos da Palavra de Deus mas, mesmo assim não passa de conselho. É relativo. Se o discípulo rejeita um conselho, não é necessariamente um rebelde. Entretanto, aquele que nunca aceita conselhos, é orgulhoso e auto-suficiente. Não pode ser edificado.
 
Nossas Opiniões:
 
Não é necessário nenhum tipo de submissão às opiniões e gostos pessoais do discipulador.
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!