" DEUS EM SUA INCONDICIONAL MANEIRA DE NOS AMAR, DEMONSTRANDO EM DECIDIR ATÉ MESMO MORRER POR NÓS MOVIDO POR ESTE AMOR, NOS DESAFIA A IMITÁ-LO DIARIAMENTE. " – Parte Final

28/08/2017 11:17

Apêndice 5  -  Livro Desafio do Amor  Auxílio para a vida cristã requerida de nós por Deus  em todos os âmbitos de nossa vida terrena. - Parte Final

 

 Conduzindo o seu coração 

 

PORQUE NÃO É SUFICIENTE SEGUIR MEU CORAÇÃO?

Porque o nosso coração é tão sujeito à mudanças e tão suspeito, que as Escrituras deixam uma mensagem muito mais forte do que "siga o seu coração". A Bíblia lhe instrui a direcionar o seu coração. Isso significa tomar a inteira responsabilidade para as condições e direções dele.

 

Entenda que você realmente tem o controle de onde está o seu coração.

 

Você tem o poder que foi dado por Deus de tirar o seu coração de um determinado lugar e colocá-lo em Outro:

 

Provérbios 23: 17 "Não inveje os pecadores em seu coração."

 

Provérbios 23: 19 "Guie o seu coração pelo bom caminho."

 

Provérbios 23:26 "Meu filho, dê-me o seu coração; mantenha os seus olhos em meus caminhos."

 

1 Reis 8:61 "E seja o vosso coração perfeito para com o Senhor nosso Deus."

 

João 14:27 "Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize."

 

Tiago 4:8 "Purificai os corações."

 

Tiago 5:8"Fortalecei os vossos corações."

 

COMO EU GOVERNO O MEU CORAÇÃO?

 

Primeiro você precisa entender que o seu coração segue seus investimentos. Seja no que for que você colocar o seu tempo, energia e dinheiro, atrairá o seu coração. Isso acontecia antes de você se casar.

 

Vocês escreviam cartas, compravam presentes e passavam tempo juntos como um casal e os seus corações os seguiam. E quando você parou de investir dessa forma no seu elacionamento e se direcionou a outras coisas, o seu coração lhe seguiu até lá também. Se hoje você não está apaixonado por seu cônjuge, deve ser porque parou de investir nele ontem.

 

Sonde seu coração. Uma das chaves para obter sucesso no governo do seu coração é estar sempre ciente de onde ele está. Você sabe o que tem no seu coração nesse momento? Você pode responder à essa pergunta procurando saber no que você gastou o seu tempo o mês passado, para onde foi o seu dinheiro e do que você está sempre falando?

 

Guarde o seu coração. Quando algo prejudicial tenta o seu coração, é sua responsabilidade guardá-lo contra a tentação. A Bíblia diz, ''Acima de tudo guarde o seu coração pois dele depende toda a sua vida.

 

(Provérbios 4:23 NVI). Não deixe o seu coração colocar o dinheiro e o trabalho acima do seu cônjuge e da sua família. Não deixe o seu coração cobiçar a beleza de uma outra mulher (Provérbios 6:25). A Bíblia diz, " Não confieis na opressão, nem vos vanglorieis na rapina; se as vossas riquezas aumentarem, não ponhais nelas o coração" (Salmos 62:10).

 

Procurem as coisas que são do alto. O apóstolo Paulo disse, "Procure as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus" (Colossenses 3:1 NVI). É hora de identificar onde o seu coração precisa estar e então, decidir colocá-lo nessas coisas. Você diz, "Mas na verdade, eu não quero tanto assim investir em meu casamento. Preferiria fazer isso ou aquilo". Eu sei. Você já colocou o seu coração nisso no passado e agora está preso à mentalidade "Siga o seu coração". 

 

Porém, você não precisa deixar que os seus sentimentos lhe governem mais. A cobiça é colocar o seu coração em algo que é proibido e errado. Você pode escolher tirar o seu coração das coisas erradas e colocá-lo no que é correto.

 

Invista em seu coração. Não espere até querer fazer o que é certo. Não espere sentir-se apaixonado por sua esposa para então investir em seu relacionamento. Comece olhando para o seu casamento e investindo no lugar onde o seu coração precisa estar. Gaste tempo com seu cônjuge.

 

Compre presentes. Escreva cartas. Marque encontros. Quanto mais você investir, mais o seu coração valorizará o seu relacionamento. É sobre isso que trata O Desafio de Amar - quarenta dias direcionando o seu coração a amar seu cônjuge.