" DEUS AO NOS PERMITIR PECAR, PERMITINDO QUE VIVAMOS CONFORME NOSSO QUERER, NÃO ESTÁ JAMAIS CONCORDANDO E APROVANDO TAL ATITUDE, AO CONTRÁRIO ELE ESTÁ CONSTANTEMENTE ABOMINANDO ESPERANDO VER UMA MUDANÇA DE ATITUDE DE NOSSA PARTE. " - Quinta Feira

06/08/2015 11:56
O MEU AMIGO É JUSTO
“Deus é justo juiz, Deus que sente indignação todos os dias”
Sl 7.11
A justiça de Deus tem sido um tema esquecido em nossa sociedade, o que a faz se afundar na imoralidade, crendo na falsa premissa que “Deus é pai, e ele nunca punirá os seus filhos”. Mas se este atributo não estiver incluso em seu caráter, estaremos adorando um deus “Papai Noel”, imagem distorcida do Deus verdadeiro, criado por nós mesmos para nos dar conforto em nossa libertinagem.
Assim como a santidade fica equilibrada com o seu amor, também a sua justiça se equilibra com a sua bondade. Deus é justo juiz, e ele leva muito a sério o nosso pecado. Ele se sente indignado tanto com o que vê no coração humano, adorando a criatura em vez do Criador e agindo com pérfida maldade e perversão humanas, destruindo-nos, e também à sua criação. Ninguém ficará impune diante da sua santidade e justiça.
O coração do Pai doi ao ver a destruição causada por aqueles que ele criou para refletirem a sua imagem, para viverem como seus amigos, construindo uma humanidade segundo o caráter do seu autor. Jesus é o Justo que assumiu as nossas culpas para, diante do Justo Juiz, nos declarar justos diante do Pai. Ao aceitar a sua morte na cruz pagando por sua vida, você estará perdoado e salvo.
Referência para leitura: Romanos 3.21-31
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!