' COMPREENDENDO MAIS O ANTIGO TESTAMENTO " Parte 5

03/01/2012 12:40

 

O Velho Testamento - Parte 5
 
 
O Reino de Israel
( cerca de 1100 AC )
 
Naquele tempo a palavra de Deus era rara e as visões não eram freqüentes ( 1Sm3:1). O povo tinha se afastado de Deus e a arca da aliança (que representava a presença de Deus ) havia sido roubada.
 
Neste contexto surge Samuel, que reconhecido em todo Israel como profeta. (1Sm3:15-21)
 
Não havia quem governasse Israel. O povo então ao invés de se voltar para Deus, pede um rei que os governasse. Um governo humano.
 
1Sm 8:6-9
"Mas pareceu mal aos olhos de Samuel, quando disseram: Dá-nos um rei para nos julgar. Então Samuel orou ao Senhor. Disse o Senhor a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te dizem, pois não é a ti que têm rejeitado, porém a mim, para que eu não reine sobre eles. Conforme todas as obras que fizeram desde o dia em que os tirei do Egito até o dia de hoje, deixando-me a mim e servindo a outros deuses, assim também fazem a ti. Agora, pois, ouve a sua voz, contudo lhes protestarás solenemente, e lhes declararás qual será o modo de agir do rei que houver de reinar sobre eles."
 
O rei Saul
 
O povo escolhe Saul  ( grande, soberbo ). Ele foi o 1o  rei de Israel ,o rei segundo a vontade  (coração) dos homens.
 
Saul era egoísta , político , religioso e agia por si mesmo. ( 1Sm 13:8-12). Por isso Deus rejeita Saul como rei.
 
1Sm 15:22-23
"Samuel, porém, disse: Tem, porventura, o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à voz do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de adivinhação, e a obstinação é como a iniqüidade de idolatria. Porquanto rejeitaste a palavra do Senhor, ele também te rejeitou, a ti, para que não sejas rei."
 
O rei Davi
 
Deus escolhe Davi filho de Jessé, para ser o novo rei. ( 1Sm 16 ). Ele tinha comunhão com Deus, era sincero, humilde, pecador, mas conhecia o Senhor. Tinha uma visão completa do governo de Deus sobre a terra.
 
Davi foi colocado como general dos exércitos de Israel após derrotar Golias, o gigante filisteu. Ele começa a prosperar e Saul, por inveja, inicia uma incansável perseguição a Davi. 
 
Davi em todas as ocasiões não ousou matar Saul, pois era o ungido de Deus. Ele aguardou até que o próprio Senhor lhe entregou o trono sobre a casa de Israel, quando Saul foi morto em combate.
 
Deus aprova Davi e confirma o seu reinado ( 1Sm 7:12-17   Mt1:1 ), e Jerusalém é estabelecida como capital do reino.
 
Davi escreveu vários salmos que revelam sua comunhão com Deus. Cerca de 73 dos 150 salmos são atribuídos a ele.
 
O rei Salomão
 
Salomão era filho de Davi. Quando se tornou rei, Deus lhe concedeu que pedisse o  que quisesse e lhe seria atendido. Ele pede sabedoria para governar Israel. Por ele não ter pedido riquezas glória ou poder, além da sabedoria Deus também lhe deu estas coisas. (1Re 3)
 
Ele se tornou o homem mais sábio a terra, também o mais rico e cheio de glória. Durante o seu reino, Israel viveu o auge de sua história como nação. Reis e rainhas de outros povos iam a Jerusalém para ouvir Salomão.
 
Ele também construiu o templo em Jerusalém. Um monumental edifício baseado no tabernáculo, onde seriam executas as ofertas e sacrifícios.
 
Salomão amou muitas mulheres estrangeiras, ele tinha 700 princesas e 300 concubinas. Elas lhe perverteram o coração com seus costumes e religiões e ele se envolveu com idolatria (Astarote, Malcon, Moloque, Baal, etc ). 1Re 11
 
A Divisão do Reino
 
Salomão teve dois filhos Roboão e  Jeroboão. Após sua morte os dois rivindicaram o reino. Sendo que houve uma divisão em Israel:
 
As tribos de Judá e Benjamim ficaram com Roboão e constituíram o reino de Judá, com sede em Jerusalém.
As demais tribos ficaram com Jeroboão e constituíram o reino de Israel, com sede em Samaria.
 
Tanto Israel quanto Judá tiveram vários reis, a maioria deles maus. Os dois reinos foram se afastando do Senhor e se perdendo em meio a idolatria. Através dos profetas, Deus advertia o povo que deixasse a idolatria e voltasse para Ele ou seriam espalhados por todas as nações.
 
Assim, em 720AC o rei da Assíria conquista Israel , em 600AC Nabucodonossor , rei da Babilônia, invade Jerusalém para conquistar Judá e o povo é levado cativo para o exílio.
 
Depois disso o povo passaria para o domínio do Império Persa, depois do Império Grego e finalmente do Império Romano.
 
Os Profetas
 
Durante o período dos reis, vários homens foram levantados por Deus para chamar o povo de volta para Ele. Estes homens eram os profetas, pessoas a quem o Senhor revelava a sua vontade e a sua palavra para que ela fosse comunicada ao povo.
 
A missão dos profetas era:
 
Falar contra a idolatria
Advertir que a nação seria destruída
Advertir que seriam espalhados por toda a terra
Profetizar e anunciar a vinda do messias
 
São eles:
 
Samuel
Davi*
Natã
Zadoque
Gade
Aías
Azarias
Hanani
Jeú
Elias
Elizeu
Micaías
Ageu
Jonas
Isaías
Oséias
Amós
Miquéias
Obede
Naum
Joel
Sofonias
Jedutum
Habacuque
Obadias
Ezequiel
Zacarias
Malaquias
(E ainda poderíamos incluir Moisés)
 
Eles foram homens usados por Deus para exortar e advertir o povo, desde o primeiro rei, 1000AC até 400AC, quando cessaram as profecias.
 
As profecias sobre Jesus
 
Todo o Velho Testamento é uma preparação para a chegada do Reino de Deus através de Jesus Cristo. Nele vemos Deus se aproximando e se revelando de várias maneiras ao homem que havia se perdido. Até que finalmente Ele se revela definitivamente na pessoa de Jesus de Nazaré, o Cristo e  filho de Deus, aquele que restabeleceu o governo de Deus sobre os homens.
 
Todo o velho testamento aponta para Jesus e sua vida é profetizada desde Gênesis até Malaquias:
 
O Velho Testamento termina dizendo:
 
Ml 3:18
"Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que o não serve."
 
Ml 4:5-6
"Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor; e ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição."
 
Desde então, até Cristo são 400 anos de silêncio.
 
João Batista
 
João Batista surge no início do Novo Testamento com a função de preparar o caminho do Senhor. Ele é o maior dos profetas, pois tem maior revelação do messias. Mas é o menor no reino dos céus, pois qualquer um no reino tem maior revelação de Cristo que ele.
 
Ele anunciava a chegada do reino pregando o arrependimento para remissão dos pecados e batizando nas águas. Ele preparou o povo para receber o evangelho.
 
Ele também marca o fim da era da lei e o início da era da graça.
 
Lc 16:16
"A lei e os profetas vigoraram até João; desde então é anunciado o evangelho do reino de Deus, e todo homem forceja por entrar nele."
 
Em Cristo se cumpre o inicial de Deus de habitar no homem, trazendo de volta ao seu estado original e colocando nele o seu Espírito.
 
Agora o plano de Deus pode continuar, pois Jesus Cristo colocou o homem de novo sobre o Governo de Deus.
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!