" APRENDENDO A VIVER A VIDA CRISTÃ NA PRÁTICA DIÁRIA, ATRAVÉS DOS SÁBIOS CONSELHOS DOS PROVÉRBIOS BÍBLICOS. " - SEXTA FEIRA

26/01/2018 13:35
Provérbios 26:9
 
Como o espinho que entra na mão do ébrio, assim é o provérbio na boca dos tolos.
 
Uma parábola é formada por palavras misteriosas e obscuras, como os provérbios de Salomão, que exigem cuidadosa interpretação e aplicação para que seja proveitosa. O tolo por não ter entendimento, acaba interpretando a palavra para dano próprio, muito semelhante ao bêbado que está intoxicado demais para cuidadosamente manusear espinhos e acaba por furar sua mão com um! A sabedoria só serve para os homens sábios!
 
A lição é simples. Tolos não servem para ensinar a sabedoria de Deus: eles só ferem a si mesmo ao tentar interpretar as palavras obscuras dos homens sábios. Pedro fez um alerta a respeito de homens despreparados que pervertem as Escrituras para sua própria destruição; ele admitiu que Paulo teria escrito coisas difíceis de serem compreendidas (IIPe 3:15-16). Ao tolo falta habilidade mental, ou paciência de caráter, ou humildade de espírito, ou revelação de Deus, ou regras de interpretação, ou todas as cinco necessidades.
 
O objetivo deste provérbio é menos óbvio. Verdade e sabedoria são coisas maravilhosas - são as coisas principais a serem procuradas e adquiridas em vida (Pv 3:15-18; 4:5-9; 8:11; 16:16; 23:23). Mas um tolo não tem direito a elas: estão fora do seu alcance (Pv 17:16; 18:2; 26:5). Salomão ridicularizou o tolo por tentar ensinar a verdade ou a sabedoria para homens sábios, para exaltar a glória dessas duas coisas. Elas são tesouros para os homens sábios, porque sabem que os tolos deste mundo nunca as encontrarão.
 
As palavras de sabedoria são claras para aqueles que as compreendem e retas para aqueles que têm conhecimento (Pv 8:8-9). Mas tolos não têm nem o entendimento nem o conhecimento. Eles têm as palavras do sábio e ferem a si mesmos ao interpretá-las e aplicá-las incorretamente. Eles estudam com preguiça e se perdem nas aplicações certas para serem obreiros aprovados na palavra da verdade de Deus (Pv 18:1; IITm 2:15). Eles são envergonhados na doutrina e na prática!
 
Os comitês de construção das igrejas usam o provérbio abaixo para justificar novas construções, quando, na realidade, o texto significa que eles perderam a palavra de Deus (Pv 29:18)! O espinho feriu suas mãos! Pregadores lastimáveis usam a Parábola do Semeador para explicar como Jesus usou parábolas para tornar suas lições simples, mas o objetivo das parábolas era o de esconder a verdade das pessoas (Mt 13:1-18)! O espinho fere suas mãos! Exemplos semelhantes de parábolas e espinhos poderiam continuar para sempre, especialmente com as modernas versões da Bíblia e suas corrupções dos provérbios de Salomão.
 
Se você deseja ser sábio e entender as palavras obscuras de Deus, você deve se humilhar diante Dele, o que é o princípio da sabedoria e do entendimento (Pv 1:7; 9:10). Portanto, você deve tremer diante da Sua palavra e crer que cada palavra é pura (Pv 30:5; Is 66:2). Rogue a Ele pela sabedoria que você não tem (Pv 2:1-9; Tg 1:5). Em total confiança na revelação de Deus, você consegue enxergar a grande escuridão que cobre as mentes da maioria dos homens (Is 8:20; ITm 6:3-5,20-21). Aprenda a desprezar as palavras dos tolos(Sl 119:113,128; IICo 2:17).
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!