"A PASSAGEM" - Quinta-feira

13/07/2011 15:00

Último suspiro


Leia: Gênesis 48.1-7 

A morte violenta ou a morte de uma pessoa jovem é sempre trágica. Mas, estar ao lado de quem está morrendo pode ser uma experiência incrível. Segurar sua mão, compartilhar uma canção, uma prece e ouvir a palavra de Deus, reunidos ao redor de uma cama, onde o tempo e a eternidade se encontram, é um privilégio. José ouviu que seu pai, Jacó, estava morrendo. 

Ele correu para junto dele. A Bíblia, então, registra algo que familiares, amigos, médicos e enfermeiras têm visto ao longo dos anos. Pais frágeis e à beira da morte erguem suas forças quando um filho ou filha os vem visitar mais uma vez. Algumas palavras finais são ditas, alguns gestos de amor exprimidos e logo há o silêncio, quando o pulmão pára de respirar. É bom parar à beira da cama de Jacó por alguns instantes. 

Jacó, o traiçoeiro, relembra à seu poderoso filho de que existe um Deus, ainda mais poderoso: "O Deus Todo-Poderoso apareceu-me em Luz, na terra de Canaã, e ali me abençoou". E continua descrevendo em detalhes as promessas de Deus. E, então, Jacó inclui os filhos de José entre seus próprios filhos. "Eles são meus", ele diz. O Natal é uma boa época para lembrar que o Pai, por meio de Jesus, nos adota como seus filhos. Ele diz: "Eles são meus". 

Pense:
"Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum." (Salmo 23) 

Ore:
Deus Eterno, somos finitos e mortais. Voltaremos ao pó de onde viemos. Que nossas últimas horas sejam de paz, que o sofrimento não nos roube a esperança e a fidelidade a ti. Em nome de Jesus. Amém 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!