" A MANSIDÃO NÃO NOS LEVARÁ A SER COVARDES EM RELAÇÃO AOS PROBLEMAS, MAS NOS LEVARÁ A RESOLVÊ-LOS COM SABEDORIA QUE PROCEDE DO ALTO. " - Sexta Feira

27/11/2015 11:16
BEM-AVENTURADOS OS MANSOS
“Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra”
Mt 5.5
 
A mansidão é uma virtude cristã. Os valores do reino de Deus estão em aberta oposição aos valores do mundo. O mundo aplaude aquele que defende firmemente seus direitos e, para isso, usa a lei e até a força. Para o mundo, o arrogante que grita mais alto é quem prevalece. Mas, no reino de Deus, o indivíduo feliz é aquele que abre mão de seus direitos. Ser manso não é ser fraco nem covarde. Jesus mesmo disse: “Aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração” e Jesus nunca foi fraco. Ele nunca se intimidou. Ele é o Deus Forte.
Porém, voluntariamente, abriu mão dos seus direitos, da glória que tinha junto do Pai desde os tempos eternos, esvaziou-se e entrou em nossa história para ser o nosso Redentor. Ele é o nosso exemplo máximo de mansidão. Ser manso não é ser capacho do mundo e jamais erguer a voz contra as injustiças. Ser manso é conscientemente deixar de reivindicar seus direitos e perdoar até mesmo aqueles que roubaram nossos direitos.
O cálice dos mansos não é a frustração e a amargura, mas a felicidade. A palavra grega Makarios, traduzida por bem-aventurado, significa “muito feliz”. Os mansos não são apenas felizes agora, mas têm a promessa da posse da terra no futuro. Caminham da felicidade presente para a máxima riqueza no futuro!
Referência para leitura: Mateus 11.28-30

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!