"FUJA DAS PAIXÕES DA TUA MOCIDADE"

30/05/2011 10:21

                                          Uma Análise de 2Tm 2:22

 

 

A) Foge também das paixões da mocidade;

B) e segue

1) a justiça,

2) a fé,

3) o amor,

C) e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.

 

A Análise

A) Foge também das paixões da mocidade;

Foge, do verbo “fugir” (PheugoStrong 5343) – Faz referência a atitude de escapar, de alguma coisa ou de algo que está perseguindo, ou de uma ameaça iminente.

Trata-se de uma ordem que aqui está sendo dada, para tomarmos uma atitude.

Mas, “foge também” do que?

Em 2Tm 2:16-18 há ordem para fugir de falatórios profanos.

Em 2Tm 2:19-21 há ordem para fugir da iniquidade.

E por fim, no nosso versículo, 2Tm 2:22, há ordem para fugir das paixões da mocidade.

Paixões da mocidade”. O que é isso?

Paixões” fazem referências vaidades vãs que trazem algum tipo de entusiasmo, a desejos abrasadores.

O versículo diz que essas paixões possuem uma característica, são “da mocidade”.

Mocidade” faz clara referência a pessoas jovens, e os jovens devido a sua inexperiência ante as situações da vida, eles são sistematicamente imaturos.

Assim sendo, “paixões da mocidade” faz referência a vaidades tão vãs, que atacariam especialmente a pessoas imaturas, principalmente aos jovens.

B) e segue

Segue” vem do verbo “seguir” (Dioko Strong 1377), que em algumas outras passagens também pode ser traduzido como “perseguir”.

De qualquer forma, indica adotar uma posição, caminhar com ela sem abandoná-la.

2Tm 2:22 Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz....

Observe que a expressão “e segue”, vem quase como uma oposição a primeira parte do versículo, “foge”.

Isso implica, que a tendência natural de um grupo de pessoas, ou mesmo de uma igreja que não for mantida a devida ordem, é se afastar da justiça, do amor, da paz, e se entregar as todas as paixões da mocidade.
Portanto, a ordem é justamente lutar contra essas tendências naturais e corruptas, vindas da total depravacidade do coração humano, em busca do ideal maior, do bom exemplo daqueles que foram iluminados e salvos por Jesus Cristo, para que a luz do Evangelho ilumine o Mundo.
Se o Evangelho tomar a mesma forma do Mundo, então, a luz se apagou, e já não há mais luz neles, que dizem fazer parte da igreja de Cristo mas pertencem a uma falsa igreja, que justifica suas obras más como sendo fruto de filosofias melhores ou mais modernas, como os grupos de crescimento,  movimento NEO-PENTECOSTAL ( gospel), reavivamentos EXTRA BIBLÍCOS, ecumenismo, etc, ... – o pragmatismo geral e todas as novas desculpas que eles vão inventar para a sua apostasia.
B1) A justiça
A justiça faz clara referência a retidão de Deus, não somente no conceito micro, de cada indivíduo, mas principalmente na organização macro, do conjunto de todos os fiéis em grupo presentes na igreja local.

... e segue a justiça ...
Relembrando o mesmo contexto de oposição as tendências naturais, a tendência natural de uma igreja fora de ordem, é a fuga do conceito de justiça, principalmente no organização macro – a igreja pode começar a bater palmas, a adotar louvores com menos seriedade (corinhos), haver gritos nos cultos, e coisas do gênero.
B2) A fé
A fé faz clara referência na firme crença das coisas invisíveis.
Jd 1:3 Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.
Devemos seguir esta fé, mantendo coerência na doutrina e sempre estando centrados na Palavra de Deus, que a Bíblia.
... e segue ... a fé ...
A tendência natural de uma igreja fora de ordem, é a se desviar da fé, com o surgimento de misticismo (crenças em coisas visíveis), e principalmente a desvios doutrinários criados pela crença cega em estórias fantásticas vividas por alguém ou algum fiel da igreja (experiências subjetivas).
Muitos livros apócrifos foram escritos, justamente baseados em experiências subjetivas, e que possuem, no geral, uma doutrina espírita.
B3) O amor
O amor aqui exemplificado, faz referência a afeição e benevolência, o amor manifestado, principalmente entre as pessoas.
Amor para com o perdido
O amor para com o perdido, faz com que a igreja, cada pessoa, evangelize, e tenha missões no coração.
Mt 28:19 Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
...e segue ... o amor
Numa igreja desordenada, a primeira coisa que acontece, é que o amor para com os perdidos desaparece.
As pessoas acham que o pastor é quem deve evangelizar os perdidos, por que ele está ganhando para isso, e afinal, elas já visitam o templo da igreja, e acham que “já fizeram a sua parte”, e os perdidos que vão para o inferno, pois isso não é da responsabilidade deles.
Amor entre os fiéis
Amor entre os fiéis, faz com que quando alguém tem necessidade, o outro lhe forneça ajuda.
Tg 2:15 E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano,
Tg 2:16 E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí?
...e segue ... o amor
Numa igreja desordenada, embora haja cumprimentos e cordialidades entre os fieis (falsidade), mesmo escutando a necessidade do irmão, ninguém ajuda ninguém, ninguém colabora com ninguém, as pessoas evitam relacionar-se.
Algumas modalidades, como tele-culto, igreja pela televisão, ajudam ainda mais nesta falta de amor para com os irmãos.
Eles geralmente dizem isso “O que importa, é eu me sentir bem com Deus” (e  quanto a GRANDE comissão de Cristo).
B5) e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor
Aqui, o verso está pedindo SEPARAÇÃO.
Devemos ter paz e comunhão religiosa fraterna com “os que, com um coração puro, invocam o Senhor”.
Há aqueles que não possuem um coração puro, mas invocam o Senhor?
2Pe 2:3 E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.
Alguém pode invocar o Senhor (a pessoa de Jesus Cristo), e não ter um coração puro.
Vemos uma referência indireta para os hereges, principalmente os ecumenistas.
No mais, toda a forma de ecumenismo vai contra este verso, pois é necessário andar em paz com pessoas que invocam o Senhor com um coração impuro, mas com más intenções (a sede pelo poder de dominação eclesiástica)
Conclusão
2Tm 2:22 Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.

 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!