"A ORAÇÃO QUE CHEGA A DEUS"

18/06/2011 13:26

   A ORAÇÃO EFICAZ

A  oração é a comunicação com Deus por meio

do Espírito Santo, que habita em nós. Muitas vezes,

há obstáculos que tornam a oração um ritual vazio,

uma mera formalidade religiosa, ou um incenso estranho

que de modo algum poderá chegar ao trono

do Deus santo.

Na vida de Jesus, a oração era uma prioridade; e

Ele mesmo nos ensina alguns princípios que devem

ser observados para que nossa oração seja vitoriosa.

O desconhecimento desses princípios e a consequente

desobediência a eles impedem a manifestação

do poder de Deus.

É imprescindível que oremos de acordo com a

Palavra. Por isso, oportunamente, esta mensagem

contribuirá para que tenhamos mais intimidade

com o Senhor, à medida que orarmos segundo o

seu coração.

Vamos orar, pedindo a Deus a revelação da sua

Palavra:

“Senhor, na tua presença trememos e tememos.

Que o teu Espírito venha vivificar a tua Palavra. Senhor,

diante de ti estão as tuas ovelhas, teus filhos,

comprados e redimidos pelo sangue de Jesus. Que tu

vivifiques a tua Palavra em nós, quebrando nossos corações,

compungindo nossas almas, para que aconteça

arrependimento genuíno. Senhor, que nossas

orações não sejam meros discursos, nem declarações

hipócritas ou inconsistentes, mas um abrir de alma,

um derramar do coração diante do Senhor. Que o teu

Espírito tenha liberdade absoluta de fazer do leitor da

tua mensagem um instrumento, para a glória do teu

próprio nome. Em nome de Jesus Cristo, Amém”.

A PALAVRA E A ORAÇÃO

 Não quero trazer-lhe palavras minhas, mas o

que está na Palavra de Deus. Em nossa vida não

deve existir nada mais importante que a oração. Ela

é comunhão, é abrir de alma. A oração era prioridade

na vida de Jesus. Havia ocasiões em que Ele se

afastava de todos e subia para o monte, sozinho, e

passava a noite orando. Para Ele a era mais importante

do que a própria comida. Quando, junto do

poço, Ele encontrou a mulher samaritana, quiseram

trazer-lhe comida. Então dissera: “Eu tenho outra co

mida.” (João 4.32). Era a comida da comunhão, do

relacionamento com o Pai, era fazer a obra do Pai.

O ministério do Senhor começou com a oração.

Logo após ter sido batizado, enquanto orava,

o céu se abriu e o Espírito Santo desceu em forma

de pomba sobre Ele. Seu ministério terminou com

uma oração, ali na cruz, suas últimas palavras foram:

“Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem.”

(Lucas 23.34.)

Por ter Jesus vivido uma vida de oração, a Palavra

diz: “Orai sem cessar.” (1Ts 5.17.) Mas, orar sem

cessar não é apenas levantar as mãos e ajoelhar;

significa que toda a nossa vida deve ser uma oração

ao Senhor.

Existe um tipo de oração que está no Salmo17.1: “Ouve, SENHOR,

a causa justa, atende ao meu

clamor, dá ouvidos à minha oração, que procede de

lábios não fraudulentos.” Ou seja, dá ouvidos à minha

oração, que procede de lábios não fofoqueiros,

não maldizentes, não mentirosos, não hipócritas.

Muitas vezes, você pode fazer um comentário malicioso

com outro irmão a respeito de alguém, seja

da igreja ou não. Ao fazer isso, você estará trazendo

uma palavra maliciosa contra a sua igreja. Fofoca é

você falar de uma pessoa sem que ela esteja presente.

Se o que você estiver comentando não for

justo, santo, nem puro; se for um comentário não

confrontado com a pessoa de quem você estiver falando,

seus lábios serão fraudulentos. É o que está

escrito na Palavra de Deus. Então, a sua oração tem

mau cheiro, exala odor fétido diante de Deus.

Nosso coração tem ser que íntegro, puro; e os

lábios também. A Palavra diz: “dá ouvidos à minha

oração, que procede de lábios não fraudulentos.”

Quando você abre o seu coração diante do Senhor,

será que pode dizer: “Senhor, os meus lábios são santos;

Senhor não os tenho usado para defraudar, para

falar do meu irmão, não os tenho usado para falar do

governo...” Querido, qual é o cheiro da sua oração?

Deus adverte seu povo quanto à maneira de orar.

Muitas vezes, imaginamos o pecado como sendo

somente o adultério, o crime, a mentira, a corrupção;

mas saiba que até a nossa oração pode ser pecado.

O Salmo 109.7 diz: “Quando o julgarem, seja

condenado; e, tida como pecado, a sua oração.”

Quando é que uma oração vira pecado? Sempre

enfatizamos algo que temos passado aos irmãos:

é que não devemos ser religiosos, mas sim, que

tenhamos um relacionamento com o Senhor, com

a sua Palavra. A oração se transforma em pecado

quando procede de um coração impuro, de lábios

fraudulentos e quando é uma oração hipócrita.

Não toca o coração de Deus, pois a própria vida de

quem ora não condiz com o seu discurso. Existem

pelo menos três pessoas que o conhecem profundamente,

querido: Deus, o diabo e você mesmo.

Essas pessoas conhecem-no tão bem, sabem quando

você está sozinho, quando está triste... Essas três

pessoas sempre sabem o que você está fazendo.

Então, quando é que uma oração se converte em

pecado? Quando você tenta fazer dessa oração

aquilo que não está exposto na Palavra de Deus.

Nunca queira aparentar aquilo que você não é, pois

sua oração poderá se transformar em pecado. Pecado

é tudo o que quebra a Lei do Senhor, é aquilo

que não flui do Espírito Santo.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!