" TODOS OS ENVOLVIDOS EM MISSÕES ESTÃO VERDADEIRAMENTE CONSCIENTES DO VERDADEIRO PAPEL DA IGREJA NA TERRA, SABENDO QUE TANTO OS QUE VÃO COMO OS QUE FICAM, ESTÃO ATENDENDO AO CHAMADO DO MESTRE EM MISSÕES - JESUS CRISTO. " - Quarta Feira

20/08/2014 11:53

PARCERIA MISSIONÁRIA E IGREJA

“Alegrei-me, sobremaneira, no Senhor porque, agora, uma vez mais, renovastes a meu favor o vosso cuidado...” 
Fp 4.10

A obra missionária é feita com os pés daqueles que vão, com os joelhos daqueles que oram e com as mãos daqueles que contribuem. A obra missionária precisa ser feita com parceria entre o missionário enviado e a igreja enviadora. Um missionário não deve ir ao campo por conta própria nem uma igreja deve desprezar o missionário no campo. Aqueles que descem ao poço e aqueles que seguram as cordas estão engajados na mesma missão.

Tanto os que estão na linha de frente como aqueles que ficam na retaguarda devem merecer o mesmo destaque. O apóstolo Paulo ressaltou essa verdade ao escrever para a igreja de Filipos, uma parceira em seu ministério. Aquela igreja ajudou Paulo quando estava em Tessalônica (Fp 4.16), em Corinto (2Co 11.8,9) e em Roma (Fp 4.18) e Paulo dá testemunho dos resultados de seu ministério para encorajar a igreja (Fp 4.22).

A igreja de Filipos, embora pobre, demonstrou grande alegria na contribuição. Contribuiu conforme suas posses e até mesmo acima delas. Não foi constrangida a contribuir, mas o fez voluntariamente, como fazendo uma oferta para o próprio Senhor. Paulo agradece a oferta, mas se alegra no Senhor, seu provedor. Paulo está interessado não no dinheiro dos crentes, mas no investimento espiritual que estavam fazendo neles mesmos.

ORE

Pai amado, que por termos a motivação correta, tenhamos sempre o desejo e a alegria de contribuir na propagação do evangelho sempre com uma boa mente em relação ao melhor investimento de nossas vidas  e para nossas vidas.

Em Nome de Jesus,

Amém.

Referência para leitura: Filipenses 4.1-23