" TODA A MUDANÇA QUE JULGAMOS SER NECESSÁRIO MUDAR NO MUNDO - CONSCIENTIZEMO-NOS DE QUE ELA DEVE COMEÇAR EM NÓS E POR NÓS MESMOS " - Segunda-Feira

13/05/2012 10:10

 

O JOGO DA CULPA
 
 
“Foi a mulher que me deste por companheira que me deu do fruto da árvore, e eu comi”.
Gênesis 3:12 
 
Recentemente me pediram para me encontrar com um casal que estava com o casamento em frangalhos. A esposa gastou meia hora explicando o que havia de errado com seu marido. Quando ela terminou, o marido fez uma lista de como a sua esposa o havia desapontado. Eles estavam fazendo o conhecido “jogo da culpa”, inventado por Adão há muitos anos quando culpou sua mulher e disse a Deus: “Foi a mulher que me deste por companheira que me deu do fruto da árvore, e eu comi”.
 
Quando as coisas não são o que deveriam ser, precisamos nos perguntar: “O que eu fiz para causar esta ruptura no nosso casamento?”. “O que eu devo fazer para que as coisas melhorem?”. Se não começarmos a olhar e a apontar o dedo para nós mesmos, não haverá cura. Em quase todo casamento em crise, as duas partes têm culpa; e, para que haja renovação, duas pessoas são necessárias.
 
Devemos olhar para nós mesmos e pedir ao Espírito Santo que abra nossos olhos para os nossos próprios erros. Podemos descobrir que, comparado ao cisco no olho do nosso cônjuge, temos uma trave no nosso próprio olho (Mateus 7:4). Devemos primeiro tirar a trave do nosso olho antes de tentar tirar o cisco do olho do outro. 
 
ORE
 
Senhor, muitos de nós somos especialistas em jogar a culpa nos outros. Ajuda-nos a olhar para nós mesmos com honestidade, e dá-nos força e sabedoria para mudar o que precisa ser mudado. Em nome de Jesus. Amém.
 
PENSE
 
Antes de querer mudar o outro, preciso, primeiro, querer mudar a mim mesmo.