" O VERDDADEIRO AMOR CRISTÃO, O NÃO FINGIDO, É AQUELE QUE DEIXA MARCAS INVISÍVEIS AOS OLHOS CARNAIS NAQUELES QUE O RECEBEM, POIS O AMOR MARCA PROFUNDAMENTE O CORAÇÃO, A ALMA E O ESPÍRITO " - Quinta Feira

19/09/2013 07:42

O AMOR PROVA A ESPIRITUALIDADE

“Ainda que eu dê aos pobres tudo... e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valer.”
1 Co 13.3


Preocupo-me quando apregoamos espiritualidade sem amor, quando a Igreja não chora com os que choram ou quando os relacionamentos se tornam cada vez mais utilitários. Preocupo-me quando o mundo age com mais misericórdia do que o povo de Deus, quando a Igreja passa a definir a experiência de fé a partir de ajuntamentos solenes e não de relacionamentos sinceros. Preocupo-me quando não amamos.

Estes versos confrontam minha vida ao afirmar que podemos ter dons espirituais, tamanha fé ou praticar toda sorte de ações sociais, porém, sem amor nada será aproveitado. Nem sermões ou liturgias cúlticas. Nem ações missionárias ou projetos sociais. O amor, aqui exposto, não é apenas superior aos dons, mas um marcador de nossa identidade cristã. Somos de Jesus quando buscamos amar.

Para nosso temor e tremor, o Espírito descreve que o amor é perceptível, deixa marcas. É prático, notável e visível, paciente esperando pela hora oportuna. É benigno, fazendo com que a dor do vizinho seja também a nossa. Não arde em ciúmes, portanto evita comparações e se nega a criticar o próximo.

ORE

Senhor, ensina-me a amar e evidenciar em minha vida as marcas do amor. 


Em nome de  Jesus,

Amém.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!