" O CASAMENTO É O COMPLEMENTO DE UM SER PARA COM O OUTRO - QUANDO ESTA INSTITUIÇÃO É DIRIGIDA TOTALMENTE POR DEUS - O SEU CRIADOR " Parte 9

21/02/2012 11:57

 

 O Padrão Divino Para O Lar - PARTE 9
 
A IMPORTÂNCIA DO LAR E SUA INFLUÊNCIA. Gn 18.L -19; RM 11.25-29
 
De todos os homens ilustres da Bíblia, Abraão é o único tido como o "amigo de Deus. (Is 41.8 ).
Amigo íntimo a quem Deus tudo segredava-lhe. Honra tal só era dispensada áqueles que viviam em comunhão com o Todo-Poderoso, e que estavam afinados com seus propósitos. 
 
Dentre as muitas qualidades de Abraão estava o fato de ter ele o propósito de bem ordenar sua casa. Deus viu no coração daquele homem, algo que Ele deseja ver no coração de todos os seus servos, o ideal de ter seus filhos ensinados e conhecedores da Palavra de Deus, e em obediência às suas leis.
 
0 plano da salvação dependia em muito daquele sentimento e santo propósito do velho patriarca. Ordenar sua casa significava transmitir à sua descendência uma herança eterna de conhecimentos divinos, leis e propósitos que haveriam de influênciar o mundo, mudar o curso da história e salvar a humanidade.
 
0 lar de Abraão era a oficina de Deus. Ali seriam forjados os valores morais e espirituais de um povo que haveria de legar à humanidade o maior de todos os homens, Jesus Cristo.
 
Bendito aquele lar. Foi lá que nasceu o filho da promessa, Isaque. 
 
Foi naquele lar que os anjos comeram e beberam à sombra da velha cabana insta­lada especialmente para recebê-los. Naquele lar teve início a grande epopéia da história de um povo que ainda hoje resiste ao tempo e ao mundo: Israel.
 
A história da raça humana teria sido diferente, e o destino dos homens a perdição eterna, se naquele lar não tivesse havido um lugar para Deus fazer cumprir seus eternos desígnios. 
 
A influência daquele lar espargiu os raios da divina graça que chegou até nós. 0 ponto culminante da promessa feita em Genesis 17:6.7, cumpriu-se na cruz do Calvário.
 
Que o lar do velho patriarca seja o paradígma de todos os lares cristãos de nossos dias, e que o mesmo Deus de Abraão encontre lugar em nosso lares.