"SINAL DE ALERTA"

18/07/2011 14:32

 

Adultério e Prostituição !

Adultério e prostituição – obras da carne !

“Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,…” Gálatas 5:19.

 Nos tempos do apóstolo Paulo, somente na cidade de Corinto havia mais de mil prostitutas religiosas que infestavam os vários templos pagãos, responsáveis por uma imoralidade incalculável nos chamados “cultos da fertilidade”.  A prostituição tem como original grego o termo “porneia”.  Dessa palavra origina-se a palavra portuguesa “pornografia”, por exemplo.  É o ato de se prostituir, também incluindo incesto e adultério.  Eis porque na ACF aparecem as duas designações – adultério – prostituição, enquanto que na ARA ou ARC só consta “prostituição”.

 

 Bem, no sentido do texto de Gálatas, ambas poderiam ser traduzidas como “imoralidade”, pois a maioria pensa que o termo “prostituição” está ligado mais ao comércio do sexo.  Acontece que o termo “porneia” deriva do termo “porne” que significa “prostituta”, o que acentua o seu significado.  No caso escrito aos Gálatas, Paulo dá ênfase que não deve haver prostituição, principalmente do próprio corpo, que é o templo do Espírito Santo.

 Uma pessoa pecaminosa é como uma prostituta que corre de um amante a outro, ansiosa por uma aventura ou um ganho e que adultera o propósito divino sobre si.  Isso prefigura a pessoa que vive satisfazendo os seus caprichos, suas taras, não se importando se está destruindo a si próprio.  Lógico que o termo é tanto usado para condenar a prostituição e o adultério de fato, como também a prostituição contra si mesmo(a) e o adultério contra Deus e o cônjuge.  Algumas versões Bíblias traduzem o termo “prostituição” em Gálatas 5:19 por “fornicação”, o que é um tanto inadequado, pois fornicação é sexo antes do casamento e o que fica mais saliente no texto é a IMORALIDADE de uma forma geral.

Há inúmeras razões porque o cristão não se deve envolver com tais práticas.  Não se esquecendo que a intenção tem peso semelhante à ação perante Deus, portanto, é direta ou indiretamente uma violação a comunhão com Deus.  Há uma incansável investigação por parte do inimigo, através de pessoas sem escrúpulos que levam o homem a prostituir ou adulterar interiormente.  Isso fica incubado e depois acaba dando a luz e gerando pecado, que uma vez concebido ocasiona morte ( Tiago 1:14,15 ).  A maioria dos meios de comunicação estão em mãos de pessoas ímpias que não se importam com a moral da família, porém querem e buscam lucros a qualquer custo.  Na busca desse lucro não se intimidam em muitas vezes lançarem mão da pornografia, incitando até mesmo crianças, mas, com um “toque artístico” para que seja mascarada a verdadeira intenção.

Vou dar um exemplo: Condena-se tanto a pedofilia em nosso país, não é mesmo ?  Será ?  A Palavra “pedofilia” significa: “paidos” = criança e “filia” = amor, portanto, amor à criança, porém, no sentido pervertido (sexual) mesmo.  Agora vamos ao exemplo…  Segundo a psicanálise, crianças de 6 a 10 anos encontra-se numa fase chamada “latência”, ou seja, é um período de reorganização e preparo para a puberdade.  A estimulação e exposição precoce ao erotismo leva a criança a se lançar na vida sexual ativa sem a devida preparação.  Agora, vejam como isso é vendido às claras e as autoridades pouco ou nada fazem a respeito.  Um dos novelistas mais badalados no meio televisivo, autor de novelas como Roque Santeiro, Tieta, Pedra sobre Pedra, Fera Ferida, Vale tudo, Suave Veneno, é homossexual assumido, e já a muito pulverizou as famílias brasileiras com pornografia, pedofilia, aborto e homossexualismo, assim como tantas outras novelas que dão continuidade a tais influências de origem maligna, e que são formadoras de conceitos e opiniões populares.

 O que mais entristece saber é que muitos lares “evangélicos” abrem suas portas para que esse lixo seja despejado, e depois não sabem o porquê das coisas não estarem indo bem como seus filhos e com sua família.  Bem, esse cidadão – que Deus tenha misericórdia dele – só para constar que a coisa vem de longa data, em Tieta, o personagem Coronel da Tapitanga era pedófilo.  Ele “comprava” menininhas para criar.  No texto original de Jorge Amado não existe essa história e mesmo que existisse, é pedofilia.  Muitos assistiram a essa “pedofilia”, confortavelmente em suas poltronas, nas salas de suas casas e agora ficamos atônitos com as notícias cada vez mais assustadora a respeito.  Assistiram, torceram e se encantaram.  Ah, não nos esqueçamos: Se vende é porque há consumidor !  Em Suave Veneno a personagem da Glória Pires praticou um aborto.  Pessoas, como a apresentadora Hebe Camargo, não somente disseram que praticaram o aborto, mas, como ela mesma diz que ficou feliz em acompanhar sua própria filha quando a mesma foi praticar tal ato.(Veja 17/09/1997).  Precisa falar mais alguma palavra ?

Como podemos observar, o termo “prostituição” e “adultério”, condenado por Paulo, onde menciona que “NÃO herdarão o reino do Deus os que tais coisas praticam”, é mais sério do que pensamos ou imaginamos.  Por que praticar um aborto ?  Certamente porque a fornicação ou a prostituição ou adultério estavam presentes.  O que tem passado nas telenovelas a partir do horário onde as crianças e adolescentes já estão em casa ?  Está tudo diante de nós, cabe a nós dominarmos.  A TV , por exemplo, é boa, mas melhor ainda é ter o controle sobre o controle(remoto) e principalmente sobre a nossa casa, nosso lar.  Caso contrário…literalmente o “bicho” pega !  Faço citação da TV, pois é o “órgão” de maior amplitude e penetração nos lares na atual sociedade e aliado a ela, o inimigo tem mudado conceitos, colocado a moral no avesso e arrebentado com a família.  Vamos acordar povo de Deus !

 

Postado por Elio Loiola