Um bebê portador da Síndrome de Down e com problemas cardíacos foi abandonado pelos pais logo após o nascimento, na Clínica São José, no Humaitá, Zona Sul do Rio de Janeiro.

O drama da criança comove médicos e enfermeiros do hospital. A juíza Ivone Caetano, titular da 1ª Vara, que acompanha o caso, disse que em situações como essa, a Justiça pode encaminhar a criança para adoção e os pais poderão responder por abandono de incapaz, podendo pegar até seis anos de prisão.