O Senado Americano confirmou nesta quinta-feira, a nova juíza lésbica, Alison Nathan, que fará parte da Corte federal de Nova York.

Sem apoio dos republicanos, Alison foi eleita por uma estreita margem de votos, por uma votação de 48 contra 44. Ela é a terceira pessoa declarada homossexual num posto federal nos EUA.

Os republicanos eram contra a nomeação de Alison porque segundo eles, ela indicou num livro que os juízes deveriam considerar leis que fossem de outros países em suas decisões. O senador Jeff Sessions, importante republicano no Comitê Judiciário, disse que o histórico da juíza mostra um perfil ativista.

Alison já trabalhou anteriormente no escritório de Assessoria Especial do presidente, em 2009. E no ano passado fez parte do gabinete da procuradoria geral de nova York.