As autoridades do Haiti confirmaram que uma nova epidemia de cólera atinge o Sul do país. O responsável regional da Proteção Civil haitiana, Guillaume Silvera, disse que foram registrados 20 casos, dos quais 17 acabaram em morte, apenas nos últimos dias. Segundo ele, os casos foram localizados nas cidades de Anse d’Hainault, de Fond Cochon e Irois.

De acordo com o coordenador dos Médicos do Mundo no Haiti, Jean-Kith Dely, na região Sul há problemas graves de infraestrutura nas cidades e falta de condições nos hospitais e centros de saúde. Segundo ele, alguns postos de atendimento à população foram fechados por falta de condições financeiras de mantê-los.

Para os especialistas, a epidemia de cólera voltou devido às inundações e aos deslizamentos de terra causados pela chuva constante que afeta o país. O Departamento de Coordenação dos Assuntos Humanitários das Nações Unidas alertou que a situação se agravaria por causa da chuva.

Em pouco mais de um ano, a epidemia de cólera causou mais de 6.500 vítimas no Haiti. A situação causa alerta na comunidade internacional e gera um esforço conjunto dos países. Depois do terremoto que atingiu o Haiti em 12 de janeiro de 2010, o governo tenta buscar meios para a reconstrução não só da infraestrutura, mas também das instituições.

* Informações da Agência Brasil