Uma mulher de Delaware, Estados Unidos, tentou vender o filho recém-nascido por US$ 15.000 para se divertir no maior conglomerado de mídia e entretenimento do planeta, a Disney.

Bridget Wismer, 33 anos, e o suposto comprador do bebê, John Gavaghan, 54 anos, foram presos pela polícia americana um dia após o homem levar a criança para sua casa, na Filadélfia.

A mulher argumentou em sua defesa que o homem é apenas um amigo e que esteria ajudando a cuidar do filho.

No depoimento, ela ainda afirmou que o amigo sempre planejou adotar uma criança.