"CONFRONTAR ERROS DOUTRINÁRIOS DEMONSTRA FIDELIDADE A DEUS"

30/07/2011 12:18

 Estão erradas as discordâncias religiosas?

Não! A Bíblia diz: “batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos" (Judas 3). Para batalhar arduamente pela fé, é necessário às vezes corrigir e repreender (2 Timóteo 4:2); é preciso ocasionalmente repreender os homens severamente (Tito 1:13); às vezes é necessário se opor a um companheiro cristão (Gálatas 2:11); é preciso também debater e poderosamente contradizer falsos professores em público (Atos 9:29; 18:28; I Cor. 11:19).

O diabo, é claro, prefere que os homens religiosos mantenham suas bocas

fechadas enquanto ele se veste de cordeiro (Mateus 7:15), disfarçando-se como

um anjo de luz (2 Coríntios 11:13-15) e infiltrando-se despercebido (Judas 4),

introduzindo dissimuladamente heresias destruidoras (2 Pedro 2:1) para destruir

a fé do homem (Efésios 6:10-17; 2 Coríntios 10:3-5). A batalha nunca pode estar

ganha por entregarmos nossas armas ou por comprometermo-nos com os erros.

O diabo é audacioso e ele raramente aparece com dois chifres e um rabo. Ele

meramente distorce o evangelho (Gálatas 1:6-9; 2 Pedro 3:15-16) e se mascara

como um verdadeiro cristão. Então, quando os homens tomarem a espada do

Espírito (Efésios 6:17) e começarem a se opor contra o erro, ele chora: “Nós

precisamos de mais amor e paciência; nós apenas vemos as coisas de maneira

diferente, mas todos nós servimos ao mesmo Deus e estamos indo para o

mesmo lugar."

Não devemos brigar ou discutir sobre caprichos pessoais ou opiniões ( Tito 1: 9,10,11 ,12; 3:8,9,10 e 11 ). Mas quando a pureza da doutrina de Deus está envolvida, nós devemos não somente discordar, mas batalhar arduamente pela verdade do evangelho!

 

“Qualquer doutrina que não se enquadre com as Escrituras Sagradas deve ser rejeitada, mesmo que através dela chova milagres.” (Martinho Lutero)