" COMBATA O BOM COMBATE SEMPRE"

16/08/2011 10:32

 

 Lutando Espiritualmente


“Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.” – Romanos 8:15.

O apóstolo Paulo está enfatizando que os cristãos NÃO receberam o espírito de escravidão, para OUTRA vez estar em temor, entretanto, como é terrível observar pessoas que ou voltam às práticas mundanas ou não se libertam delas aceitando o senhorio do espírito de escravidão em suas vidas.  Aliás, o próprio apóstolo vai escrever exatamente as seguintes palavras que não precisa ser “expert” em português para entender do que se trata.

 

 Vejamos Romanos 6:16: “Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?”

 A tática desse espírito de escravidão funciona assim: ele trabalha o engano na vida das pessoas de modo que elas se acham fortes, ativas e que controlam a situação.  Elas pensam que possuem controle suficiente para abandonar ou deixar tal prática a qualquer momento que desejarem.  Sentem-se donos da situação…  até que se encontram totalmente enlaçadas e escravisadas.

Alguns exemplos: Observaram como uma pessoa se lança no vício do cigarro; da bebida; das drogas; da concupiscência; da jogatina; das más conversações; xingamentos, das amizades, do namoro…etc.  ?

Quase que na totalidade das vezes a pessoa diz para si mesma e para os outros: “a hora que eu quiser, eu paro”…com isso, tem pessoas congregando, orando, pregando aos outros e até tomando ceia, mas não larga, por exemplo do cigarro…da maledicência…da fornicação…  Para outros a escravidão é a TV.  Conheci uma família e os visitamos várias vezes.  A mulher conversava conosco até o horário da novela.  Podia ser o assunto mais gostoso, chegando naquele horário ficávamos eu, minha esposa e o marido dela conversando…  Isso é liberdade?

Como explicar a adesão das massas a uma nova tecnologia ou a moda lançada pelo meio televisivo, ou ainda as filas para comprar um exemplar do livro da série Harry Potter ?  Alguns há que não conseguem livrarem-se das dívidas por conta de cederem sempre por viverem suas vidas baseada no que vêem procurando em “coisas” o preenchimento da lacuna felicidade em suas vidas.  Esse persuasivo espírito, além de tornar a pessoa serva dele (conforme alguns exemplos citados) ainda colabora de maneira discimulada dificultando sobremaneira que a pessoa venha ter Deus no centro de sua vida.  Creio que é desnecessário comentar como pessoas envolvidas em vícios (escravas) dificilmente se libertam.

 Tal só ocorre com muita luta, determinação e buscando ocupar os espaços carnais com práticas espirituais (oração, suplica, intercessão, jejum, louvor e muita Palavra).  Também é esse espírito que potencializa a apelação físico/química para manter as pessoas cativas, assim, se não bastasse à predisposição para (por exemplo) fumar, lá está ele de plantão e assim, quando a pessoa sente o cheiro de um cigarro aceso, ou de uma tragada…lá vem ele dizer…só mais esse, depois você para.  O que é que tem?  Assim, se mantém o ciclo de escravidão.  (Aliás, interessante, mas já ouvi dizer que num terrero o “guia” só desce no “cavalo” após esse ingerir muita bebida alcoólica e estar fumando charutos.) Portanto, a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte ou da obediência para a justiça.

 por Vilson Ferro Martins