" BATALHA ESPÍRITUAL" - Segunda-feira

28/08/2011 09:13

 

 Orar pelo outro


Leia: Lucas 11.5-10 

Muitas vezes, chegamos a Deus em oração para pedir em favor de outra pessoa. Jesus conta uma parábola em que o dono da casa acorda seu vizinho à meia noite para pedir um favor, mas não para si mesmo, e sim para atender a um viajante cansado e faminto que buscara, fora de hora, sua hospitalidade. As nossas orações são semelhantes a isso. Tudo que pedimos implica no bem estar do próximo. Se pedimos o perdão a Deus, Deus indaga se temos perdoado aos outros. Se pedimos o pão nosso de cada dia, Deus nos pergunta se o temos compartilhado com os necessitados. Se suplicamos por paz em nossas vidas, Deus quer saber se temos levado a paz aos outros. Ele nos concede aquilo que pedimos, mas pede contas de como agimos com aquele que bate à nossa porta.
 

A dignidade e a nobreza da nossa oração se fundamentam no efeito que ela terá, não somente em nossas próprias vidas, mas nas vidas dos nossos semelhantes. Se a nossa oração for egoísta, ela não se transformará em bênçãos. O que Deus realiza, por meio das nossas orações, é aquilo que é bom para nós e para nosso irmão. Deus nos dá os "três pães", porque Ele sabe muito bem que preci-samos ter algo para compartilhar com aquele que nos pede ajuda.
 

Pense:
Deus nos dá o que pedimos, mas pede contas de como agimos com aquilo que dele recebemos.
 

Ore:
Senhor, tu tens sido tão generoso. Agora pedimos em favor daqueles que estão necessitados. Que possamos, pela tua graça, pedir em favor deles, antes de pedirmos a nosso próprio favor. Amém.