"ABOMINAÇÃO"

11/06/2011 17:15

 

Abominação Desoladora

Abominação Desoladora

INTRODUÇÃO

Um dos fenômenos que caracterizam a última hora é a aparição de anticristos. No Novo Testamento, o termo “antichristos” só aparece nas epístolas joaninas (1 Jo 2.18,22; 4.3; 2 Jo 7). No entanto, encontramos a mesma idéia de antichristos em outras passagens como em Daniel no Antigo testamento e na 2 ª epistola de Paulo aos Tessalonicenses capítulo 2. O anticristo é o adversário do Messias, tanto ao opor se a Ele, como ao tentar substituí lo (Mt 24. 5,24; 2 Ts 2.1-4; Ap 13; Dn 7.25 e 11.36). Conforme o Apóstolo João, desde o século 1 d.C o espírito do anticristo já opera neste mundo.

I – O Espírito do anticristo no mundo
Encontramos antecedentes do sinal do anticristo já no A. T. No livro do profeta Daniel como exemplo, é falado do “pequeno chifre” no sonho que ele teve dos quatros bestas: “Proferirás palavras contra o Altíssimo, magoarás os santos do Altíssimo e cuidará em mudar os tempos e a lei; e os santos serão entregues nas mãos, por um tempo, dois tempos e metade de um tempo” (Dn 7.25 e 11.20-39). 
Muitos intérpretes e comentaristas, vêem em Antíoco Epitânio, o rei sírio que oprimiu os judeus e derrubou suas leis em 168 a.C (1 Macabeus 1.49), como uma descrição antecipada do anticristo mencionada em 2 aos Tessalonicenses capítulo 2. Se a descrição Paulina do “homem da iniqüidade” em 2 Ts 2.3,4, é um retrato do anticristo, podemos ver várias similaridades entre esse homem e a figura representada em Dn 7.25. Ambas as figuras proferem palavras contra o Altíssimo e ambos tentam destruir os santos do Altíssimo.
No livro de Daniel há duas passagens que fala de uma “abominação desoladora” ou “que causa desolação. A primeira delas ocorre na descrição de Antíoco Epifânio, no capítulo 11.31 e a outra no capítulo 12.11. Essa “abominação desoladora” é entendida pela maioria dos intérpretes como sendo a profanação feita no tempo de Antíoco Epifãnio (168 a.C). Antíoco realmente profanou o templo, dedicando ao deus Zeus; ele realmente retirou o holocausto contínuo, substituindo-o, bem como outras oferendas judaicas, por sacrifícios pagãos (incluindo porcos); ele colocou um altar pagão no topo do altar do holocausto. (1 Mac 1.45, 46, 56; 2 Mac 6.2).
◊ É importante mencionar que Jesus fez referencia a essas passagens de Daniel, no seu “Sermão Profético” (Mt 24.15-16 e Mc 13.14): “Quando, pois virdes a “abominação da desolação” de falou o profeta Daniel, no lugar santo...” Quando Jesus mencionou estas palavras, a profanação do templo por Antíoco Epifânio, já tinha ocorrido, mesmo assim Ele (Jesus) proferiu estas palavras. Obviamente, haveria um segundo cumprimento da profecia acerca da Abominação desoladora. Este segundo cumprimento teve lugar na época da destruição de Jerusalém em 70 d.C, quando o Imperador Romano Tito com suas legiões entrarão na cidade Santa com os estandartes contendo a imagem do imperador. Quando os judeus vissem esta “abominação desoladora”, eles deveriam lembrar se das palavras de Jesus e fugir para os montes.
Esse sermão profético de Jesus esta se referindo tanto à destruição iminente de Jerusalém, como ao fim dos tempos, o primeiro sendo um tipo do último. No entanto, espera se que haverá um terceiro cumprimento maior da predição da “abominação desoladora” encontrada em Daniel. Esse cumprimento final acontecerá no fim dos séculos e envolverá o anticristo, nas palavras de Paulo aos Tessalonicenses (2 Ts 2.4).
Podemos concluir que o ensino neotestamentário acerca do anticristo efetivamente tem antecedentes no A.T e que tanto Antíoco Epifânio como Tito foram tipos do anticristo que está por vir.
No Novo Testamento, Jesus falou de falsos Cristos (pseudochristoi) e falsos mestres (pseudoprophetai) que surgiriam (Mt 24.5,23, 24). Observe o detalhe que esses falsos Cristos mostrarão grandes sinais e prodígios para levar o povo de Deus ao engano e isso parece antecipar a descrição de Paulo acerca do anticristo em 2 Ts 2.9.
Alguns teólogos vêem no fortalecimento das grandes organizações geopolíticas e a unificação dos blocos econômicos, como uma preparação para a vinda desse líder mundial, pois o mesmo virá a ser um grande político que unirá todas as áreas da humanidade em torno se si, pois para isso virá com grandes prodígios e sinais. Sua aparição se dará após o arrebatamento da igreja. Ver Dn 7.8, 8.25; Ap 13.16,17; 2 Ts 2.1-12.

II – A Pessoa do anticristo
Ao contrário do que muitos pensam o anticristo não será um se mitológico, com chifres e aparência monstruosa. Ele será uma pessoa humana, um líder com poder inquestionável, carisma irresistível e palavras muito persuasivas. (Dn 9.20-27 e Mt 24.22-27).
O termo anticristo (antichristos) só é encontrado nas epístolas de João (1 Jo 2. 18,22; 4.3; 2 Jo 7). O significado original do prefixo grego anti é: “em vez de” ou, “em lugar de”. Neste sentido, antichristo significa: um cristo substituto ou um cristo rival  ele é o oponente de Cristo.
Em 1 Jo 4.2,3, o termo anticristo é utilizado de forma impessoal. Quando João diz que: “que negar que Cristo veio em carne é revelar o espírito do anticristo. Ele (João) fala do anticristo apenas no modo impessoal.
Em 1 Jo 2.22 e 2 Jo 7, João expressa a idéia do anticristo na forma pessoal. “Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo. Aqui ele é considerado uma pessoa, e uma pessoa que já estava atuando nos dias de João. 
Será uma pessoa:

1. Identidade  denominado o “homem da iniqüidade, o filho da perdição (2 Ts 2.3). a besta (Ap 13 e 19.20), o príncipe que há de vir e o chifre pequeno (Dn 7.8; 9.26)
2. Ele fará um pacto com Israel e depois quebrará, suas atividades ou habilidades esse pacto e mostrará suas habilidades:

Será objeto:
a) Experto em religião  de adoração, pois não somente se oporá e se levantará contra tudo o que chama Deus e é adorado, mas irá assentar se no santuário de Deus, ostentando se como se fosse o próprio Deus (2 Ts 2.4). E fará sinais e prodígios (2 Ts 2.8).
b) Intelectualmente poderoso (Dn 7.20)
c) Perito administrador (Ap 13.1.2)
d) O homem da iniqüidade será totalmente destruído por. O seu fim será para sempre Cristo em sua segunda vinda: “então, será, de fato revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará como o sopro de sua boca e o destruirá pela manifestação de sua vinda (2 Ts 2.8 e Ap 19.19-Mestre político (Dn 7.24.25)
e) Gênio militar (Dn 8.24).

III – Os Anticristos no mundo
Conforme João, já em seus dias estavam surgindo muitos anticristos (1 Jo 2.18 e 2 Jo 7), e esse espírito do anticristo ainda está vivo e em ação ao longo da historia da raça humana e da historia da igreja, com perseguições, heresias, enganos espirituais, falsos profetas e falsas religiões. Satanás vem combatendo a igreja a cada passo, esperando pelo momento certo para habitar a pessoa certa, o anticristo em sua derradeira obra prima. O Apóstolo João mostra algumas características destes anticristos:
1. Faziam parte da igreja, mas saíram do seio da igreja. (1 Jo  João estava mostrando que estas pessoas que saíram, de fato não2.19)  pertenciam realmente a Cristo, pois deram ouvido aos ensinamentos falsos a respeito da pessoa de Jesus.
Os falsos.
2. Negavam a Divindade de Cristo  mestres, não admitiam que Jesus Cristo pudesse ter vindo em carne e assim negavam o próprio Deus. (1 Jo 2.22,23; 4.2,3).
3. Com o seu falso ensino,  Na sua Palavra, Jesus já havia feito advertência de queriam enganar os fiéis  que haveria os falsos mestres e falsos cristos, que se possível enganariam até os escolhidos (Mt 24.24). Os irmãos da comunidade joanina, só não foram enganados, pois conforme João, ele tinham o Espírito de Deus e sabiam da verdade (1 Jo 2.20,21).

Conclusão
É mister pela Palavra de Deus, que não só os falsos mestres, falsos cristos e o anticristo venham, pois a sua Palavra assim o diz e Deus vela pela sua palavra para ser cumprida. No entanto cabe a cada um de nós como servo do Senhor Jesus, orar e vigiar e pedir a Deus que nos de sabedoria e discernimento para não nos deixarmos nos enganar e provar se todos os espíritos provêm de Deus. Abaixo, alguns contrastes existentes entre Cristo e o Anticristo:

CRISTO

ANTICRISTO

A Verdade

A Mentira

O Santo

O iníquo

O Homem de Dores

Homem do Pecado

Filho de Deus

Filho de Satanás

Mistério de Deus

Mistério da injustiça

Bom Pastor

Pastor inútil

Exaltado nas alturas

Lançado no inferno

Humilha-se a si Mesmo

Exalta-se a si mesmo

Desprezado

Admirado

Purifica o Templo

Profana o Templo

Deu a vida pelas pessoas

Mata as Pessoas

Fonte Webmaster 
Postado por Elio Loiola