" TODO AQUELE QUE SE GLORIA EM SUAS PRESUNÇÕES - GLORIA-SE MALIGNAMENTE "

15/11/2011 11:39

 

A leiteira e o balde

 

    Uma leiteira ia a caminho do mercado. Na cabeça, levava  um  grande  balde de leite. Enquanto andava, ia pensando no dinheiro que ganharia com a venda do leite:
- Comprarei umas galinhas. As galinhas botarão ovos todos os dias. Venderei os ovos a bom preço. Com o dinheiro dos ovos, comprarei uma saia e um chapéu novos. De que cor?
Verde, tudo verde, que é a cor que me assenta bem. Irei ao mercado de vestido novo. Os rapazes me admirarão, me acompanharão, me dirão galanteios, e eu sacudirei  a cabeça ...  assim  ! . . .
E sacudiu a cabeça. O  balde caiu no chão e o leite todo espalhou-se. A leiteira voltou com  o balde vazio.

Não se deve contar hoje com o lucros de amanhã!

 

A presunção do ser humano o leva a derrota contínua, pois a Palavra de Deus nos orienta e nos ensina que o nosso futuro só é presente nu e patente para Deus que é Onipresente e Onisciente ( Tiago 4 a 17; Hebreus 4:13 ).