" QUANDO NOS CONSAGRAMOS A DEUS, O NOSSO PRAZER TEM QUE ESTAR EM SERVI-LO E ADORÁ-LO CONTINUAMENTE, PERMITINDO QUE A SUA VONTADE SEJA O CENTRO E A DIREÇÃO DE NOSSAS VIDAS " - Terça-feira

26/09/2011 10:24

 

As sete façanhas de Sansão

JUÍZES 16.1-31

... foram mais os que matou na sua morte do que os que matara na sua
vida. (Jz 16.30b.)


A mitologia grega atribui a Hércules, seu herói, doze façanhas. Mas essas
são apenas histórias de um ser lendário. A Bíblia, porém, nos conta a fantástica história de um homem que nasceu em Israel para ser o campeão de Deus: Sansão. Ele foi consagrado a Deus desde antes de seu nascimento. Sua mãe não poderia beber vinho nem comer nada da videira, durante o período da gestação do menino. Os cabelos dele não poderiam ser cortados, e seria “nazireu”, e deveria seguir a mesma dieta de sua mãe por toda a sua vida.

Sansão realizou sete feitos memoráveis na história de Israel: o estrangulamento do leão somente com as mãos; a destruição de trinta homens na sua festa de casamento; a destruição dos campos dos filisteus, usando 300 raposinhas; um segundo massacre dos filisteus que mataram sua esposa; a morte de mil homens com uma queixada de jumento; a remoção dos portões da cidade de Gaza; e a destruição do templo de Dagom, com 3.000 adoradores pagãos.

Apesar da força espetacular que Deus lhe dera, Sansão não soube vencer o inimigo que estava dentro dele: a paixão lasciva. Ele brincou com o pecado, achando que poderia derrotá-lo com a sua força física. Pensava que estava protegido por seus músculos e que era invencível. Só que essa invencibilidade estava associada à sua obediência a Deus, à sua consagração e santidade. Pense nisso, e busque a vontade de Deus. Produza o fruto do Espírito.

Ah, Sansão, você foi projetado para vencer.
Ninguém lhe poderia resistir, bastava a você ouvir
A voz do Espírito a lhe guiar.
Mas você não quis obedecer, e veio então a perecer
Sofrer o escárnio do inimigo vil,
Apesar de ter conseguido matar até mil.
Não se brinca com o pecado!
É isso que a sua história nos tem falado.

Pai, ajuda-nos a estar sempre afinados com os céus, ouvindo
a voz do teu Espírito a nos ensinar o caminho, as escolhas, e
até mesmo as palavras.

Amém.