" PREFERÍVEL O POUCO COM DEUS E SUA JUSTIÇA DO QUE O MUITO SEM A SUA PRESENÇA " - Sexta - feira

08/09/2011 10:42

O pouco do justo

 

PROVÉRBIOS 10.1-22

A bênção do Senhor enriquece, e, com ela, ele não traz desgosto.
(Pv 10.22.)

O pouco do justo é tanto, Que dá para ele e ainda sobra.
O pouco lhe dá contento, nunca lhe falta o sustento,
O que consegue é portento, Em suas mãos tudo dobra.
A sua água é fresquinha, A sua casa é limpinha,
Sua comida é gostosa, Sua família é formosa.

Seus dias são de alegria,
E esbanja simpatia, tem sempre pão e agasalho
Para repartir e para dar.
E conhece a prosperidade, Pois sua necessidade
Deus a supre com abundância.
Do interior de seu ser, flui amor, paz e prazer
De viver, amar, querer Com o Filho de Deus parecer.


A maior bênção do justo está dentro de seu coração. Ninguém pode arrancar
seu tesouro, nem roubá-lo. Está profundamente ligado ao seu próprio
espírito: é a presença gloriosa do Senhor, através do seu Espírito Santo.
Com ações de graça em seus lábios, tudo o que toca com as mãos tem a
bênção do Todo-Poderoso. Realmente, o pouco que o justo possui vale mais
que as riquezas de muitos ricos. (Ver Provérbios 28.6.) Seu tesouro é eterno
e real, jamais sofre os efeitos da inflação e está sempre se multiplicando.
Você se considera rico?

Pai, minha riqueza é a tua companhia. As tuas promessas são a
“rocha” onde se apóiam os meus pés nas jornadas da vida. Rendo-
te graças por teu maravilhoso amor por mim. Amém.