" OS CONFRONTOS DESTA VIDA EFÊMERA NOS ALERTA, ORIENTA E CORRIGE NOS PREPARANDO PARA A VIDA PERENE QUE NOS AGUARDA " Segunda - feira

11/09/2011 12:06

 Confrontos

Leia: Lucas 22.54-62 

Não bastasse nosso sentimento de culpa, quando cometemos um deslize, um erro grave, um pecado, temos que ouvir o que não gostamos. Alguém que nos queira muito bem, um parente chegado, um amigo verdadeiro, um irmão da igreja, poderá nos questionar com palavras, por vezes tão duras, que podem atravessar nossa pele endurecida, como se fossem machucá-la. Mas, na verdade, para trazer a cura, as palavras devem cortar como o bisturi de um cirurgião. 

Um dos mais importantes confrontos registrados na Bíblia é o que aconteceu com Pedro e aconteceu sem palavras. 

Ao ouvir o galo cantar, lembrando-se das palavras do Mestre, Pedro deve ter sentido um calafrio percorrendo todo o seu corpo: "Eu lhe digo, Pedro, que antes que o galo cante hoje, três vezes você negará que me conhece." (Lucas 22.34) Porém, naquele momento, Pedro recebeu grandes bênçãos. 

Primeiro, ele foi abençoado pela oportunidade de perceber a dura verdade a respeito de si mesmo: ele não era o discípulo incondicionalmente leal que acreditava ser. Segundo, ele foi abençoado por reconhecer a sua culpa. E, finalmente, ele foi abençoado com o arrependimento. Ele chorou amargamente, horrorizado com o que tinha acabado de fazer não apenas uma vez, mas duas, três vezes! 

Pense:
Às vezes o olhar de Jesus corta profundamente. Que presente! Que graça! 

Ore:
Amado Senhor Jesus, pela tua graça, olha em minha direção e aponta os meus erros. Mostra-me como eu te neguei ou te agradei. E ajuda-me a ser um servo dedicado e fiel, sempre. Amém.