" NÃO EXTINGUIR O ESPÍRITO DE DEUS DE NOSSAS VIDAS E DAS IGREJAS "

04/09/2011 14:25

 O Espírito e as Igrejas 


“QUEM TEM OUVIDOS ouça o que o Espírito diz às igrejas”     (Ap 3.22).

Devemos sempre ter em mente a distinção entre as igrejas locais e o Espírito Santo. As igrejas estão subordinadas ao Espírito de Deus e à sua Palavra inspirada (2 Tm 3.15, 16;        1 Pe 1.24, 25; 2 Pe 1.20, 21). Essa distinção entre o Espírito e as igrejas locais pode ser expressa através das seguintes verdades bíblicas:

(1) O Espírito não é propriedade das igrejas, nem de qualquer instituição humana. Ele é o Espírito de Deus e de Cristo, e não o Espírito das igrejas (v. 1). O Espírito é livre para operar onde quiser, de conformidade com os padrões justos de Deus         (Jo 1.33; 4.24; 7.39; 14.17).
(2) O Espírito Santo representa o senhorio atual de Cristo sobre as igrejas. O Espírito e a sua Palavra são a autoridade final. As igrejas devem constantemente julgar suas normas de fé e conduta pelo Espírito. Uma igreja não deve depositar fé noutra igreja; nem obedecer ou seguir outra igreja. O Espírito e a Palavra inspirada são maiores do que as igrejas históricas.
(3) O Espírito Santo permanecerá em qualquer igreja, somente à medida que esta permanecer fiel a Cristo e à sua palavra e observar o que o Espírito disser às igrejas (Ap 2.5,16, 22,23; 3.3,15 16). 

Comentários da Bíblia de Estudo Pentecostal