" ATRAVÉS DA MORTE CONSTATAMOS O QUANTO É TEMPORÁRIO O NOSSO TEMPO NESTA TERRA, NESTE MUNDO. A QUESTÃO É PARA ONDE E COM QUEM VAMOS APÓS ESSA BREVE PASSAGEM POR AQUI " Quinta-feira

02/11/2011 10:40

 

NASCIMENTO E MORTE


Eclesiastes 
3:1-14

Ações em contraste acontecem em determinado tempo. No tempo certo, conforme ensina o livro de sabedoria, Eclesiastes. Por isso, um estudante tem o tempo de se submeter a um teste e um tempo para relaxar e assistir a uma partida de futebol na TV.

Mas há alguns contrastes, como a vida e a morte, tão extremos que parece não haver nada em comum entre eles. Mas há. Para todos nós há “tempo de nascer e tempo de morrer”. 

Nascimento e morte são a porta de entrada e a de saída de nossa vida. Cada um de nós experimentou a vida no nascimento e experimentará a morte, a menos que esta seja interrompida pela volta de Jesus ao mundo. Afinal, o que une esses dois extremos? A sabedoria de Eclesiastes nos diz que não há nada melhor do que ter uma vida marcada pela felicidade e pela prática do bem. É claro que não se pode esquecer que a verdadeira felicidade e bondade são enraizadas no relacionamento com Deus. 

Nós nascemos, vivemos e morremos, é verdade! Mas Deus colocou a eternidade em nossos corações e nos sustenta desde o nascimento até a morte. A eternidade só é apropriadamente percebida em nossa comunhão com Cristo, a eterna Palavra que se fez carne. Conhecer a Jesus como nosso Salvador faz toda a diferença no mundo.


 

ORE


Senhor, tu nos formastes e nos recebes alegremente em teu mundo quando nascemos. Sustenta-nos através da vida e mantêm-nos em tuas mãos quando passarmos para a eternidade. Amém.